Categoria: Dica

Atenção que esse post é de utilidade pública, galera!

 

Não sei se já aconteceu com vocês, mas durante um verão eu comecei a ter muitos episódios de terçol. Sim, aquela inflamação meio nojentinha e dolorida nos olhos. E não era um, ou dois, eu tive uns cinco no período de uma semana!!! Loucura, né. Fui parar numa emergência oftamológica. Lá eu recebi essa dica valiosa pra vida: limpar os cílios e pálpebras com Shampoo Johnson’s Baby Neutro. É mara, gente. Acabou com meus terçois (é assim que escreve?) e ainda de quebra é demaquilante. Chega de dormir com aquele rímel que é bom porque não sai por nada e ruim porque não sai por nada. Chega de ficar igual um panda no dia seguinte. Chega de gastar horrores em demaquilantes caríssimos específicos pros olhos. Chega de terçol. NO MORE TEARS REAL.

 

E outra utilidade: ainda dá pra usar esse shampoo pra lavar os nossos pincéis de make.

 

Aqui vai uma fotoca do nosso novo mozão:

 

Shampoo Johnson’s Baby Neutro (foto retirada da internet).

 

Usem e digam o que vocês acharam. Mas atenção que tem que ser o Neutro, ein.

Share Button
3 AMARAM!!!
Categoria: Pessoal

Nesse post mais pessoal eu vim mostrar pra vocês meu batom favorito/coringa/xodó/paixão da vida: Sin da MAC.

 

Ele é um vinhão um pouquinho puxado pro marrom, uma versão mais escura e mais fechada do famoso Diva, também da MAC.

 

 

 

 

Eu comprei ele no começo de 2015 depois de pegar um batom vinho emprestado e amar como ficou em mim. Nunca na vida achei que ia amar batom escuro em mim, até então eu detestava usar qualquer coisa nos lábios. Cheguei lá na loja da MAC, escolhi no olho um vinho poderoso e quando passei pra testar a vendedora já mandou um “menina que bocão”. Foi amor à primeira vista. E além disso tudo, ele foi meu primeiro batom da MAC (pensa na emoção)

 

 

 

 

O efeito dele é matte. Mas pra mim ele não é um matte qualquer, é um super matte! Fica sequíssimo na boca, é absurdo, mas ao mesmo tempo não da aquela sensação de “ressecado” que alguns batons com esse efeito dão. A cobertura dele é impecável, não mancha, e ele dura bastante na boca. Claro que nenhum batom resiste a uma refeição impecavelmente (se vocês conhecerem algum me contem), mas o Sin resiste bem mais do que outros batons que eu já usei. Aliás, todos meus batons da MAC me causam a impressão de maior durabilidade em relação a outras marcas. Chega a ser engraçado, porque sempre que saio com ele fico perguntando pras minhas amigas se meu batom saiu e a resposta é sempre a mesma: “Miga, ta perfeito, intacto”.

 

 

Tem tutorial dessa sombra aqui.

 

 

Sou suspeita pra falar, mas ela fica MARA em mim hehe. Acho que combina muito com peles morenas e boca meio grandinha (tipo a minha). Ele é mega noite, combina muito com super produções ou só com uma roupinha mais básica. Acho ele coringa demais pras baladinhas.

Share Button
5 AMARAM!!!
Categoria: Batom

Desde que comecei a me acostumar(e gostar) de usar batom, eu segui naquela saga que muitas de nós temos na vida: a busca do batom vermelho perfeito. Depois de muito pesquisar e melecar a boca com diversas marcas de batons, me rendi a ir na loja da MAC experimentar o famoso e clássico Ruby Woo. Como era de se esperar, ficou perfeito. MAC, miga, cê arrasa demais nos batons.

 

Então, um belo dia, chegou a minha Glambox de maio com um batom líquido matte da Ricosti na cor Mary. Nunca tinha ouvido falar dessa marca, fiquei curiosa e experimentei assim que chegou. GEN-TE. A minha primeira impressão foi “QUE BATOM BAFO”. Ele é bem diferente da maioria dos batons líquidos que eu já tinha testado até hoje, ele tem boa cobertura e não deixa os lábios com aspecto de ressecado, meio craquelado que alguns batons mattes dão, sabe? Pesquisando sobre ele ainda descobri que o bonito ainda tem um precinho amorzinho, ele custa na faixa de R$15,00 e em alguns lugares até menos! Adorei.

 

Um tempo depois me ocorreu que ele era de uma cor muito semelhante ao Ruby Woo, então achei justo fazer uma comparação dos dois batons pras migas que tão a procura do vermelho perfeito e querem uma opção mais baratinha.

 

 

 

 

A primeira vista pela foto já da pra perceber que o Mary é um vermelho mais vivo que o Ruby Woo, mas pessoalmente a diferença não é muito grande. O queridinho da MAC tem acabamento retro matte, que deixa a boca super sequinha já na hora que passa, já o da Ricosti tem acabamento matte e também fica bem sequinho, mas demora um pouco pra secar após passar. Ambos tem cobertura muito boa. Nenhum craquela na boca(desde que os lábios estejam devidamente hidratados). Os dois são fáceis de passar, mas o Mary é um pouco mais complicado pra quem não tem muito jeito pra passar batom líquido(tipo eu haha). Tem que pegar leve na mão senão ele da umas acumuladas do produto nos lábios e nas bordas e fica meio estranho, mas nada que a prática não conserte.

 

 

 

 

Em geral achei o Mary um bom substituto para o Ruby Woo. As cores são muito parecidas, o acabamento, a cobertura, e ainda é bem mais em conta. A única diferença além do preço é que um é batom líquido e o outro em bala. Aí vai da preferência de cada um.

Share Button
4 AMARAM!!!